O Serviço Anglicano de Diaconia e Desenvolvimento

Em 2008, o Conselho Executivo do Sínodo da Igreja Episcopal Anglicana do Brasil (IEAB) criou o Serviço Anglicano de Diaconia e Desenvolvimento (SADD), como instância operacional da Diaconia da IEAB. Ele está vinculado à Secretaria Geral e é acompanhado pelo organismo sinodal, a Comissão Nacional de Diaconia.

O SADD é constituído por uma coordenadora e pelos Contatos Diocesanos, pessoas de referência em cada Diocese e Distrito. 

O SADD, nos seus oito anos de existência, investiu no fortalecimento da consciência de Diaconia e envolvimento com as Políticas Públicas e Direitos Humanos na IEAB, ampliando o compromisso da Missão anglicana com a sociedade brasileira por meio das seguintes ações:

  • promoção e aperfeiçoamento dos processos de capacitação dos agentes diaconais, especialmente quanto ao planejamento e gestão de projetos sociais;
  • constituiu um Fundo de Apoio a Pequenos Projetos;
  • construiu um Banco de Dados para a visibilização da ação diaconal da IEAB; 
  • publicação do calendário anual do SADD que, comercializado em todas as suas instâncias, tem contribuído para amplificar a visão e as práticas diaconais da IEAB..

Desde 2013 o SADD tem investido em ações de enfrentamento da violência contra a mulher, com a produção de subsídios e a promoção de reflexões sobre a temática, tanto no território brasileiro, como junto a grupos na Colômbia, El Salvador, Uruguai, Honduras e no continente Africano junto a comunidades anglicanas em Angola e na Libéria.  Este material tem sido referência junto aos parceiros internacionais do SADD nos seus trabalhos de prevenção de violência de gênero junto às igrejas. A tradução para o inglês e espanhol contribuiu muito para esta divulgação no interior da Comunhão Anglicana e, fora dela, junto aos organismos ecumênicos.

Os resultados em termos quantitativos do trabalho do SADD de 2008 até o final de 2014 foram:

  1. 8.235 (oito mil, duzentas e trinta e cinco) participantes diretos nas ações do SADD;
  2. 14 (quatorze) projetos apoiados pelo Fundo de Apoio a Pequenos Projetos, que por sua vez atenderam a 4.103 (quatro mil cento e três) pessoas.

Em termos qualitativos, além de proporcionar melhoria de vida para as pessoas diretamente atendidas pelos projetos apoiados, o SADD avançou o debate sobre a ação diaconal com enfoque na transformação de vidas, conseguindo para isto, apoio de bispos, clérigos e clérigas, leigos e leigas. 

Para o desenvolvimento das ações, o SADD tem contado com as parcerias do Episcopal Relief and Development (ERD), da Christian Aid, da Igreja Episcopal da Escócia (ESC) e da Aliança Anglicana (AA).

Para mais informação sobre o Serviço Anglicano de Diaconia e Desenvolvimento, por favor, entre em contato com a coordenadora Sandra Andrade.